Publicidade: ᅠᅠᅠᅠᅠᅠ

Onde mais, fora Matheus, constam os registros históricos dos muitos cadáveres ressuscitados no dia da morte de Jesus ?

+3 votos
perguntado 1 mês atrás em Gospel por Paul Emic
Ou seria apenas mais uma lenda recontada. Talvez com o propósito de provocar conversões à custa de espetaculosidade e que dada a antiguidade e falta de meios de constatação, seria indiscutíveis.

O mesmo texto sugere diz que foi devido a que as rochas dos sepulcros se partiram por causa de um terremoto e os mortos saíram. Uma terrível dia dos zumbis!

Sim, porque é de se imaginar o susto de alguém que encontre ao abrir a quem bate a porta, seu pai, tio ou irmão que morreu há tempos.

E defuntos andando pelas ruas, não é, convenhamos não é um fato corriqueiro. Um tal evento tão espetacular, deveria ter causado, na cidade, um noticiário ou espetáculo de horror ou alegria  que não passaria despercebido de outros historiadores da época.



Qual sua opinião a respeito disso?

5 Respostas

+1 voto
respondido 1 mês atrás por ✿★Leela two eyes★✿
 
Melhor resposta
Mais uma lenda Bíblica.
+1 voto
respondido 1 mês atrás por Pirambinha
Boa piada. Mas eu acredito nisso tudo. Até no vale dos ossos secos.
Questão de fé.
Bye.
+1 voto
respondido 1 mês atrás por Dinho
Se um fato é relatado em um livro, não precisa necessariamente ser contado em outro, não torna o texto com menos crédito
Nos 4 evangelhos existem alguns detalhes diferentes em que um fala algo e outro não fala disso.
E bom, não existiam cameras pra mostrar isso e jogar no YouTube, também não torna o fato uma mentira

No final das contas é isso: se alguém não acreditar na bíblia não será esse relato que as pessoas irão acreditar, se eu não acredito que Jesus ressuscitou não vou acreditar que mortos passaram a viver.

Se alguém acredita, essa passagem é só uma das muitas que existe, afinal teve muitos outros milagres...se acredito que Jesus multiplicou comida não tem porque não acreditar nisso.
+1 voto
respondido 1 mês atrás por Davi P
Só mais uma lenda.O Deus cristão é tão real quanto Zeus,Odin e outros seres mitológicos.O que acontece é que como essa é a crença local e as pessoas são ensinadas nela desde que se entendem por gente,a mesma parece fazer mais sentido que as outras.Por isso não vemos muita gente dizendo "mitologia cristã",ou seja "o que os outros creem são mitos,o que eu creio é real",mas não é por isso que deixa de ser uma mitologia.Fossem essas pessoas nascidas e criadas em algum outro lugar onde a crença é totalmente diferente,provavelmente acreditariam em outro deus e não veriam sentido algum no cristianismo.A questão da crença é mera "fatalidade geográfica"...

Enfim,essa é a minha opinião...
+1 voto
respondido 1 mês atrás por ROSA AMARELA
Bom dia Paul Emic!
Eu nem sabia que outros tinham ressuscitado também junto com Jesus, tive que pedir ajuda aos universitários.
A Bíblia tem interpretação difícil, foi escrita de acordo com o entendimento da época o que para um leigo, como eu, é de difícil interpretação.
A ressurreição de Jesus, contada na Bíblia, não foi do corpo mas do espírito. E ele apareceu em seu "Corpo Glorioso", radiante. Não como um zumbi.
Jesus deveria ser o primeiro a ressuscitar entre os mortos conforme a Bíblia, e ele só ressuscitou no terceiro dia, e não no dia de sua morte quando houve o terrível terremoto.
Creio que a interpretação que foi dada ao evento deu margem à fantasia. Pode ser que houve mesmo um terremoto, que corpos ficaram expostos em várias posições, não só deitadinhos com as mãozinhas cruzadas, e que quem passava por ali os viu e levou a notícia para "dentro de Jerusalém", colocando-os como vivos. Se vivos na memória, vivos!
Jesus falou a seus discípulos numa ocasião que se dois ou mais estivessem falando dele Ele estaria ali também.
Bem... vim te responder sem ter conhecimento algum disso tudo, então nem considere.
Entrei na pergunta por curiosidade e coleguismo.
:)
Image and video hosting by TinyPic
...