Publicidade: ᅠᅠᅠᅠᅠᅠ

Qual a sua opinião sobre boicotes aos eventos esportivos?

+5 votos
perguntado 1 semana atrás em Sociedade e Política por Allan!
Pessoas, é impossível desvincular grandes eventos esportivos da política, porque quem arquiteta esses eventos é o poder público, e o poder público é político!
  E quando falamos de megas eventos esportivos como Olimpíadas ou Copa do Mundo, é um arsenal para o país fazer propaganda interna e externa, é o que nas relações internacionais nós chamamos de “Soft Power”. Nós já tivemos olimpíadas em plena Alemanha Nazista! Não tem como desvincular uma coisa da outra.

Segue alguns boicotes.

Olimpíada em Moscou de 1980: Foi boicotada pelos Estados Unidos e mais de 60 países, isso devido a invasão soviética ao Afeganistão em 1979 (até Argentina e Chile aderiram ao boicote!).

Olimpíadas de Los Angeles de 1984: Foi boicotada pela URSS e pelos outros Estados comunistas em retaliação ao boicote às de 1980.

 A atual Copa do Mundo não sofrerá boicote ao ponto de impedir seleções de jogar na Rússia, entretanto países como Reino Unido, Islândia e Austrália anunciaram boicote diplomático, não irão mandar representantes oficiais para a abertura da Copa de 2018.

4 Respostas

+1 voto
respondido 1 semana atrás por Amy Wong
 
Melhor resposta
Ah... Os boicotes esportivos!!!!
Que coisa dramática, cheia de significados rocambolescos do ponto de vista social e político, por um lado, e do ponto de vista humano e pessoal, por outro...

Só que isso é coisa do século XX...
... Não vai mais acontecer!!!!

O momento de boicotar um grande evento esportivo, hoje, é na escolha da sede... Quando o COI ou a FIFA ou uma entidade continental escolhe uma sede, no instante seguinte ocorre uma frenética movimentação de bilhões de dólares em publicidade, acordos televisivos, investimentos em infra-estrutura e energia, cabeamento de redes, construção de hotéis, sinais de satélite,  etc... Dinheiro do mundo inteiro flui para lá e para cá... Quem "vende" essas coisas são as empresas das potências econômicas centrais, mais a China e a Rússia.

Não há mais como coordenar um grande boicote em bloco, nem mesmo um boicotezinho médio, porque os prejuízos seriam incontornáveis.

Exemplo: a Copa do Mundo de 2026 tem dois candidatos finalistas à sede: Marrocos (sozinho) contra um consórcio da América do Norte, MEX/EUA/CAN... Uai... Se algum país quiser protestar contra a ocupação do Saara Ocidental, fale agora ou cale-se para sempre: tente impedir que o Marocos seja eleito... Depois do anúncio da FIFA, já era...

Talvez um ou outro país periférico faça uma palhaçadinha básica e talvez alguns grupelhos radicaloides façam campanhas internéticas, mas será irrelevante.
+1 voto
respondido 1 semana atrás por Luna confusa
Nooossa site vazio que me da desgosssto...vim quebrar seu galho....rs

O esporte deveria ser uma oportunidade de unir os povos isso sim, afinal é uma coisa muito sadia....mas quem estará preocupado com isso?ainda mais nos países que vc citou.

Boa tarde Allan
+1 voto
respondido 1 semana atrás por Revortado
Mó Estupidez ....
Os Gregos deixavam a Guerra de Lado para participar das Olimpíadas .....


Tendeu ?
+1 voto
respondido 1 semana atrás por Na†aN
Se eu fosse o organizador... tocava o phooda-se

Tem quem queira
Image and video hosting by TinyPic
...