Publicidade: ᅠᅠᅠᅠᅠᅠ

Qual a sua opinião sobre a legítima defesa antecipada?

+4 votos
perguntado 3 meses atrás em Sociedade e Política por Allan!
O artigo 25 do código penal brasileiro diz o seguinte:
“Art. 25 - Entende-se em legítima defesa quem, usando moderadamente dos meios necessários, repele injusta agressão, atual ou iminente, a direito seu ou de outrem.“

  Mas e se um marido violento ameaça matar a esposa no dia seguinte, e ele tem um histórico de cumprir promessa, e a esposa se antecipa e da cabo da vida dele ali mesmo.

  Você acha que essa esposa deveria ser protegida pela lei ou ser punida pelo crime de homicídio?

6 Respostas

+1 voto
respondido 3 meses atrás por Luna confusa
 
Melhor resposta
De forma alguma..a legítima defesa se enquadra num impeto de violenta emoção pra  nos defender, é claro...agora matar quando somos ameaçados,já se caracteriza um plano de extermínio,muitas vezes pensado friamente.Quanto a pedir proteção nesses casos, ela realmente não existe, pois os assassinatos que acontecem de mulheres, na maioria das vezes já foram denunciados e estão sob "proteção" ..coisa mais fajuta isso..Mas respondendo no cerne da questão, sim, ela tem que ser punida pela lei, até pela frieza com que cometeu o crime.Bom dia Allan!
+1 voto
respondido 3 meses atrás por ♚Olhos de Cigana♚
Se ela foi ameaçada, só ameaçada, havia outras mil formas de ela se defender sem ser matando. Isso não seria legítima defesa. Até porque sequer seria fácil provar que a ameaça era um risco real, ainda que o cara já tivesse histórico de violência. A Justiça não pode ser arbitrária. A gente não pode punir sem razão nem ser conivente com crimes supostamente justos.
+1 voto
respondido 3 meses atrás por Shadow♥
É melhor esse marido arrumar outra mulher e que se estabeleça a paz. Rsrs.

Abraços.
+1 voto
respondido 3 meses atrás por Marceloj
A imprudência da pessoa, em função do calor do momento, inverteria a situação, onde a condição de vítima passaria a condição de acusada..... a legislação falida favorece este tipo de clima...... defesa decorre de um ato, ainda que involuntário, quando a pessoa não tem outra escolha para resguardar sua vida ou de outrem.... o pensar é subjugado pelo instinto de sobrevivência....... numa situação como essa, onde o indivíduo tem uma possibilidade de mudar o desfecho, de pensar, outras opções de resguardo se fazem presente......
+1 voto
respondido 3 meses atrás por Revortado
A Lei não reconhece ....
Mas, a Jurisprudência começa a aceitar porque o Estado é Incapaz de proteger a Vítima .....



Eu, sinceramente, acho um Absurdo .....


Tendeu ?
+1 voto
respondido 3 meses atrás por Mauro(Ausente)
Sou totalmente adepto.

Se uma pessoa for ameaçada, uma pessoa revida isso antes que o primeiro cumpra a promessa, é justo.

Sempre comento com Deus em oração, que almejo paz, saúda e a graça Dele, mas se alguém quiser me pegar, então que Deus me ajude a pegá-lo primeiro.

O porém é que as nossas leis foram feitas em prol de criminosos, então provavelmente eu seria condenado por isso. Mas, melhor condenado, que morto, eu acho, sei la.
Image and video hosting by TinyPic
...