Publicidade: ᅠᅠᅠᅠᅠᅠ

Por que raios a França e o Reino Unido se meteram neste ataque à Síria?

+6 votos
perguntado 6 dias atrás em Sociedade e Política por ✿★Leela two eyes★✿
Os dois países já são os que mais sofrem com o terrorismo na Europa, e hoje em parceria com os EUA ainda participaram aos ataques na Síria.

Agora os radiais islâmicos terão um motivo a mais para intensificar atentados contra essas duas nações.



Se os EUA tinha a intenção de atacar a Síria, acho que o R.U. e a França não deveriam participar desta ofensiva. Afinal de contas, eles não ganham nada com isso. Pelo contrário, só perdem.
Temo que eles irão sofrer retaliações sérias, mais cedo ou mais tarde.

5 Respostas

+2 votos
respondido 6 dias atrás por Palestino
Para ganhar mais credibilidade com o tio SAM.

Serão atacados sim, pois quem planta colhe.

Abraços...
+1 voto
respondido 6 dias atrás por Romeno
porque o câncer dessa política destrutiva é que faz o ser humano se meter nessas enrascadas, se fossem animais ditos "irracionais" o mundo seria melhor mas isso é apenas utopia


boa noite
bjos
+1 voto
respondido 5 dias atrás por Revortado
Não tinham o que fazer na Vida .....


Tendeu ?
+1 voto
respondido 5 dias atrás por Carlos Eduardo ✔
São aliados de longa data dos EUA, pode ser por credibilidade ou pode ser por justamente terem sofrido mto com ataques terroristas em seus respectivos países.
+2 votos
respondido 5 dias atrás por Allan!
Dificilmente o Reino Unido e a França irão ser alvos de terrorismo por conta desses ataques, isso porque os alvos dos ataques foi o governo da Síria, e o Assad presidente do país é um inimigo dos terroristas... Ou seja, o Assad e a Rússia são inimigos do Ocidente e do terrorismo simultaneamente. Na realidade esses ataques até beneficiaram grupos extremistas, pois abalou a imagem do governo sírio, qualquer fragilidade de Assad pode fortalecer esses grupos...

  Os motivos da participação do Reino Unido e da França, eu diria que são três.

1- São os aliados militares mais tradicionais dos Estados Unidos da América, como disse o Eduardo. A Alemanha é uma aliada próxima, mas ela só deu apoio político, não mandou suas forças atacarem Assad.

2- Demonstrar força do sistema internacional e provocar a Rússia. Esses países são rivais dos russos, e são os únicos países da Europa Ocidental com arsenal nuclear, isso deixa eles mais participativo em temas de segurança internacional.

3- Mostrar força para a população doméstica de seus países, tanto Macron quanto Theresa May enfrentam queda na popularidade em seus países, ataques como esses incentiva nacionalismo e apoio ao governo.

  Tem um jornalista da Globo News chamado Guga Chacra, ele entende muito de Guerra na Síria! É uma boa fonte para entender mais desse tema complexo e importante para o mundo.
Image and video hosting by TinyPic
...