Publicidade: ᅠᅠᅠᅠᅠᅠ

Você Já Sentiu Vergonha Do Seu Time?

+5 votos
perguntado 9 meses atrás em Futebol por ❤Lost❤
Por quê?

6 Respostas

+1 voto
respondido 9 meses atrás por Amy Wong
 
Melhor resposta
Uai... Antigamente, láááááááááááááá no pretérito distante, havia motivos para as pessoas envergonharem-se de seus times... Hoje, não... Perder, e eventualmente perder feio, e talvez até passar por longos períodos de derrotas, não é motivo para vergonha...

Mas, vejamos... Há casos de racismo.
Nas primeiras décadas do século XX os negros não tinham lugar nos clubes de futebol e faziam suas próprias ligas, jogando nas várzeas e periferias. O primeiro time a aceitar negros foi o Vasco, na década de 1920, sob protestos dos outros grandes times do RJ... Rapidamente o Vasco tornou-se quase imbatível e isso fez os outros times renderem-se ao óbvio e aceitarem negros também... Diz a lenda que alguns clubes mais aristocráticos fizeram isso sob restrições... Conta-se, sem comprovação, que o Fluminense aderiu tão a contragosto que maquiava os jogadores negros para que parecessem mais brancos, o que rendeu até hoje o apelido de "pó-de-arroz"; a mesma história é contada sobre o SPFC em São Paulo.

Sob certo aspecto, pode-se dizer que isso não chega a ser motivo de vergonha: o racismo do futebol era expressão de um racismo social abrangente e os clubes faziam o que era parte da realidade social de uma época. Diga-se mais: os clubes de futebol foram as primeiras instituições sociais de grande repercussão a aceitar negros em larga escala, antes da música, do cinema, do teatro, da política, das universidades, etc... Os times de futebol, portanto, podem se considerar a vanguarda da inclusão social dos negros no Brasil...

Exceto um clube... O Grêmio, de Porto Alegre.
O Grêmio foi fundado por alemães ou seus descendentes... E era tão apegado ao racismo que na década de 1930, quando todos os outros grandes times já aceitavam negros normalmente, criou uma porcaria chamada "Credo Gremista", com estrutura aproximada a um credo religioso e com 16 pontos, entre os quais havia o seguinte: “CREIO no Grêmio porque, trabalhando pelo aprimoramento da raça, colabora na formação de uma raça eugênica para o nosso futuro”. Pausa para vomitar.

O Grêmio só aceitou negros no time a partir de 1952, e foi na marra... O Grêmio foi hegemônico no Rio Grande do Sul até o início da década de 1930, mas depois passou 14 anos sem títulos e apanhava direto dos adversários... Sobretudo depois que o espetacular atacante negro Tesourinha passou a fazer imenso sucesso no Internacional... Discutia-se no Grêmio se o clube deveria abandonar o futebol, porque as derrotas para os adversários eram cada vez mais acachapantes... Aí o Grêmio fez uma reunião para discutir o ingresso dos negros e o pa.u comeu: em meio a pancadaria, documentos rasgados e muita confusão (inclusive com manifestos furiosos publicados em jornais, pagos por gremistas inconformados com a decisão), o Grêmio passou a aceitar negros e finalmente voltou a ganhar títulos a partir de 1956...

Mas, oras, bolas...
Isso foi há 70 anos...
Não há mais motivos para nenhum gremista envergonhar-se disso...

Hoje os times de futebol são instituições super fiscalizadas e socialmente visadas... Todo mundo anda mais ou menos na linha... Há um ou outro motivo de ligeiro constrangimento aqui e ali, mas nada que cause vergonha de verdade.

Quer dizer... No Brasil, né... Porque nas Orópias há clubes gigantes que fazem falências fraudulentas (como o Napoli e o Borussia Dortmund) e se metem em rolos de resultados arranjados (como a Juventus e o Milan) em pleno século XXI.
0 votos
respondido 9 meses atrás por Ⅴ〇ᖇᗩ乙
Sou Palmeirense, acha que não? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Mas não o deixo.
0 votos
respondido 9 meses atrás por ηα†αη
Nunca
Só tristeza
0 votos
respondido 9 meses atrás por ✧årîgätø♬♡
não gosto de FTBL
0 votos
respondido 9 meses atrás por ✰♪♪✡Sгα.βℎḯα✡♪♪✰
Não tenho um time.
0 votos
respondido 9 meses atrás por Carla
Jamaissssss!

Tenho ORGULHO de ser PALMEIRENSE!!!
Image and video hosting by TinyPic
...