Publicidade: ᅠᅠᅠᅠᅠᅠ

Acha que a bíblia é dígna de crédito?

+4 votos
perguntado 3 semanas atrás em Gospel por Luana.

6 Respostas

0 votos
respondido 3 semanas atrás por Amy Wong
 
Melhor resposta
Algumas partes sim, outras não...
Aliás, como qualquer coisa que existe neste mundo... Tudo, tudo, tudo, tudo é idiossincrático: cada um escolhe o que acha bom e o que acha ruim nas influências que recebe...

Veja o caso desses deliciosos versículos do Livro de Eclesiastes, Capítulo 9:

9 Goza a vida com a mulher que amas, todos os dias da tua vida vã, os quais Deus te deu debaixo do sol, todos os dias da tua vaidade; porque esta é a tua porção nesta vida, e no teu trabalho, que tu fizeste debaixo do sol.
10 Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.
+1 voto
respondido 3 semanas atrás por Streaky Supercat
Mas não mesmo.
+3 votos
respondido 3 semanas atrás por Flávio Dias
Sim.

A Bíblia foi escrita cerca de 1500 anos por aproximadamente 45 escritores de diferentes origens e diferentes ocupações: intelectuais, comandante militar, ministro de estado, reis, pastor de ovelhas, pescador, médico. Os textos foram escritos  no deserto, na prisão, no palácio, durante viagens, no exílio. Foram escritos como alegria, amor, medo, preocupação, desespero. E apesar das 60 gerações que passaram durante sua composição e da grande diversidade de pessoas que escreveram, a Bíblia apresenta uma temática uniforme e coordenada. É interessante como seus tópicos apresentam harmonia e continuidade sendo que foi escrita por pessoas diferentes, em locais diferentes, sem contato uma com as outras para que pudessem combinar tudo e dar essa continuidade harmônica. Se não foi por inspiração divina não há explicação. Não conheço nenhum outro livro, ou melhor dizendo, conjunto de livros que foi escrito desta maneira.
+3 votos
respondido 3 semanas atrás por Peregrino
Se eu não me engano, ainda está em cartaz no cinema o filme "Em defesa de Cristo". Ele conta a história da pesquisa de Lee Strobel que na época era ateu, consultou especialistas em grego, hebraico, critica textual, hermenêutica, exegese, filosofia, medicina, história e arqueologia.

Enfim....Strobel baseado nas evidências se convenceu da veracidade do relato bíblico, o resto é conversa de leigo que não entende nada do assunto.

Abraço
+2 votos
respondido 3 semanas atrás por Livre
sim, prefiro acreditar nela, do que naqueles que não acreditam.
+1 voto
respondido 3 semanas atrás por Sapinho
A Bíblia é digna de crédito sim só bastar ler
Image and video hosting by TinyPic
...